Município de Aljustrel - Terra Viva

Iniciativas

Vídeo Promocional - Aljustrel, Terra VivaPrograma Aljustrel JovemAgenda 21Ambiente - Eco AljustrelViniculturaCPCJAJulgado de PazConselho SolidárioLinha VerdePatrimónio MineiroJornal Aljustrel Terra VivaGEO_FPI

Animação do Pátio

21 de julho

Ler Artigo

Grupo Terrakota aquece noite aljustrelense com explosão de ritmos

Animação do Pátio

Animação do Pátio

A música regressa, no próximo dia 21 de julho, às 22 horas, ao pátio das Oficinas de Formação e Animação Cultural, com a atuação do grupo Terrakota.

 A banda de música portuguesa, Terrakota, traz a este espaço um espetáculo com sonoridades diversificadas de África, das Caraíbas, Índias e Oriente, numa grande fusão de ritmos e estilos que vão do reggae, aos sons do sahel, da música mandinga, wassolou, chimurenga sound, afro-cubanos ou soukous, e com uma grande variedade de instrumentos, provenientes dos vários pontos do globo - desde as congas ao djambé ou didjeridoo, além dos habituais baixo, guitarra e bateria.

 O Terrakota nasceu em 1999, depois de uma viagem de três elementos do grupo à África Ocidental, mais propriamente ao Burkina Faso, onde se inspiraram nas pessoas, nas casas, na terra e na cor vibrante da terracota. Desde então tem viajado pelo mundo. Entre atuações ao vivo nos mais importantes palcos de world music, o grupo vai pesquisando e buscando inspiração às mais variadas fontes musicais.

 Conforme afirma: “a sua música une povos, línguas e culturas e canta pelo reconhecimento da universalidade da natureza humana”. Com uma linguagem musical muito própria, pan-africana e transatlântica, que apelidam de rootworldkota, o grupo apresenta um “estilo que busca a fusão multiétnico, que suprime fronteiras, e materializa nos seus espetáculos uma forte consciência política”.

 O grupo já editou sete álbuns, inspirados pelas viagens que fizeram a África, mas também à Índia, ao mesmo tempo que absorvem influências latino-americanas.

Em 2016, foi lançado o álbum “Oxalá” – palavra carregada de significado -, que abraça mais as raízes portuguesas e com uma influência mais rock, mas mantendo África como fonte principal. O álbum conta com a participação de convidados especiais de vários pontos do mundo, que enriquecem a música, nomeadamente o português Vitorino, o rap francês Florian Doucet ou  o cantor indiano Mahesh Vinayakram, entre outros. 

 Nomeado para os prémios Songlines Music Awards- Categoria Best Group (2011) e MTV Music Awards Portugal – Categoria melhor Vídeo com “É verdade” (2008), o grupo tem percorrido o mundo, em concertos ao vivo, chamando a atenção para o estado crítico em que as sociedades humanas e o planeta se encontram, com uma mensagem consciente de que a banda não abdica.

 É esta mensagem e esta explosão de ritmos que, os nove elementos, que compõem o Terrakota, vêm apresentar, nessa sexta-feira à noite, no âmbito da ”Animação do Pátio” do espaço Oficinas, em Aljustrel. Um espetáculo cofinanciado pelo Alentejo2020- Programa Operacional Regional do Alentejo, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER”, seguramente a não perder!