Município de Aljustrel - Terra Viva

Iniciativas

Vídeo Promocional - Aljustrel, Terra VivaPrograma Aljustrel JovemAgenda 21Ambiente - Eco AljustrelViniculturaCPCJAJulgado de PazConselho SolidárioLinha VerdePatrimónio MineiroJornal Aljustrel Terra Viva

Cine Oriental

29 de julho

Ler Artigo

Alunos e professores fazem a ponte num grande concerto filarmónico pleno de qualidade e versatilidade

Cine Oriental

Cine Oriental

A Orkestra PhilarmóniCAL vai atuar no dia 29 de julho, às 21h30, no Cine Oriental de Aljustrel.

Composta por 111 elementos, a orquestra é o expoente máximo artístico do Conservatório d’Artes de Loures (CAL) que integra alunos, antigos alunos, animadores e professores desta escola, e constitui, também, um sinal da vitalidade da ponte única que se faz entre a prática e o ensino da música. 

Este conservatório, com perto de sete mil alunos, na sua maioria oriundos de classes sociais desfavorecidas, funciona como uma instituição particular de solidariedade social, financiada pelo Ministério da Educação, e é considerado como a maior escola de ensino artístico especializado a nível nacional.

Os músicos asseguram uma intensa atividade na qual a qualidade e a versatilidade têm presença constante. De todos os concertos que apresentaram, destacam-se os realizados na Aula Magna (2011, 2016 e 2017), no Coliseu dos Recreios (2012 e 2017), no Centro Cultural de Belém (2013, 2014 e 2016), na Casa da Música (2013) e no Meo Arena (2014). Realça-se que as obras Pangea, Medley de Melodias e Ceremonial Fanfarre, do compositor Lino Guerreiro, foram escritas propositadamente e a título de exclusividade para esta orquestra, que fez a estreia mundial das mesmas na Casa da Música em julho de 2013. Neste concerto estreou-se também Um Sopro de Liberdade da autoria do compositor Tiago Derriça, que dedicou à orquestra esta obra; e a obra Modas e Cristais do compositor Roberto Perez que a dedicou ao CAL.

Pela terceira vez em Aljustrel, e com direção artística assumida por Elisabete Fernandes, a Orkestra PhilarmóniCAL irá interpretar os temas: Dia da Independência de Klaus Badlet (arr. de Ted Ricketts); Forrest Gump Suite de Allan Silvestri; Indiana Jones de John Williams (arr. de Hans Vander Heide); At World´s End de Hans Zimmer (arr. Erik Rozendom); Star Wars de John Williams e El Cumbachero de Rafael Hernandez (arr. Naohiro Iwai).