Município de Aljustrel - Terra Viva

Iniciativas

Vídeo Promocional - Aljustrel, Terra VivaPrograma Aljustrel JovemAgenda 21Ambiente - Eco AljustrelViniculturaCPCJAJulgado de PazConselho SolidárioLinha VerdePatrimónio MineiroJornal Aljustrel Terra Viva

Dia da Tolerância

16 de novembro

Ler Artigo

Aprender a defender direitos universais através da escrita criativa

Dia da Tolerância

Dia da Tolerância

A Biblioteca Municipal de Aljustrel promove, no dia 16 de novembro, a Oficina de Escrita Criativa “Escrever um conto”.

A oficina, sob orientação da autora e formadora Olinda P. Gil, irá incidir sobre o tema da Tolerância, cujo dia internacional se celebra nesta data.

 Esta iniciativa, que se realiza no âmbito da parceria da ASSESTA – Associação de Escritores do Alentejo e da Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCA), integra a ação “Cultura & Cidadania” desta direção regional, com vista à promoção e defesa de valores associados à Igualdade e à Cidadania através das artes, chamando a atenção para direitos universais e apelando para a celebração de datas como o Dia Internacional da Tolerância, dos Direitos da Criança ou dos Direitos Humanos.

 O conto, género literário com história muito antiga, mas nem sempre com um lugar de prestígio na literatura, é cultivado por muitos, tanto por escritores experientes como por escritores iniciantes. É neste género que, muitas das vezes, quem escreve começa a delinear as suas primeiras palavras.

 Esta oficina de escrita criativa, destinada a estudantes e à comunidade em geral, tem como objetivo ajudar os participantes a estruturarem as suas ideias narrativas no formato de conto, dotando-os de conteúdos úteis para entenderem o que é o conto, a sua história, a sua estrutura e estruturas, mas também preparando-os e ensinando-os a escrevê-los. Assim, nesta oficina, que terá uma duração de três a seis horas, vai deslindar-se o conto e encontrar estratégias para, através deste género, desenvolverem-se ideias criativas. 

 Olinda P. Gil, licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, mestre em Ensino do Português e das Línguas Clássicas, e com uma pós-graduação em Gestão de Recursos Humanos, irá ajudar os formandos a estruturarem as suas ideias narrativas neste formato literário.

Olinda P. Gil iniciou a sua prática de escrita no "DnJovem", suplemento do "Diário de Notícias". Colaborou em diversas coletâneas e publicações, e foi 3º prémio do concurso literário "Lisboa à Letra" em 2004, na categoria de prosa.

Editou, a título independente, em 2013 “Contos Breves”, e, pela Coolbooks, chancela da Porto Editora, “Sudoeste” e “Sobreviventes”, em 2014 e 2015.

Escreve no blog www.olindapgil.blogspot.com, e é uma das fundadoras da ASSESTA- ASSESTA – Associação de Escritores do Alentejo.