Município de Aljustrel - Terra Viva

Iniciativas

Vídeo Promocional - Aljustrel, Terra VivaGabinete Apoio ao EmigranteAgenda 21Ambiente - Eco AljustrelViniculturaCPCJAJulgado de PazConselho SolidárioPrograma Aljustrel JovemUnidade Móvel de SaúdePatrimónio MineiroJornal Aljustrel Terra VivaGEO_FPIIFRRULinha Verde

Dia Mundial do Livro

23 de abril

Ler Artigo

Poesia, jogos, falares e ditarenhos para promover o gosto pelos livros e a leitura

Dia Mundial do Livro

Dia Mundial do Livro

No Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor, que se celebra a 23 de abril, a Biblioteca Municipal de Aljustrel vai realizar diversas iniciativas com vista a promover o gosto pelos livros e pela leitura dos seus utilizadores e do público em geral.

Neste dia, proclamado, em 1995, pela UNESCO, assinala-se, em vários pontos do mundo, o poder dos livros de promover a nossa visão de sociedades do conhecimento que são inclusivas, pluralistas, igualitárias, abertas e participativas para todos os cidadãos. 

Nesse sentido, a biblioteca municipal propõe um conjunto de atividades que têm início às 10 horas, com o peddy-paper ”Viajando com Ulisses”, destinado aos alunos do 6.º ano do Ensino Básico. Durante esta aventura, que se vai prolongar até ao dia 27 de abril, os jovens vão ter de resolver crucigramas, enigmas e jogos de associação.

Às 15 horas, será inaugurada a exposição coletiva “Memórias de Abril”, que reúne os trabalhos elaborados na atividade “Puzzleestoriando” do grupo de seniores do concelho que frequentam o programa Animasénior. Esta exposição vai estar patente até ao dia 30 de abril.

Às 15h30, realizar-se-á a atividade “Liberta o Leitor que há em ti…”, que contará com a participação de Luís Miguel Ricardo, que vem apresentar o seu livro “Falares e Ditarenhos do Alentejo”, aos alunos do Secundário.

Luís Miguel Ricardo nasceu em 1973, em Ferreira do Alentejo. É licenciado em Filosofia da Cultura, pós-graduado em Ciências Criminais e mestre em Ciências da Educação. É formador a tempo inteiro, cronista e editor a tempo parcial. É membro fundador e presidente da Assesta, Associação de Escritores do Alentejo.

Na sua escrita adota o Alentejo, suas gentes, costumes e tradições como terreno de eleição. Tem dois segundos lugares em prémios literários: Prémio Lindley Cintra (1996) e Prémio Fialho de Almeida (2005). É autor das obras: “Ritos do Desespero”, “Operação Dominó”, “Verão 86”, “Heróis à moda da bola – versão encarnada”. E publicou em coautoria as obras: “Heróis à moda do Alentejo”, “Contos do Caneco”, “Stories do Alentejo e “Contos ASSESTA”.

 No final deste dia comemorativo, irá decorrer, às 18h30, a sessão de declamação de poesia “Abril à Letra”, com a participação de jovens poetas de palmo e meio e de Teresa Barão, pontuada com momentos musicais de Nuno Martins.