Município de Aljustrel - Terra Viva

Iniciativas

Vídeo Promocional - Aljustrel, Terra VivaPrograma Aljustrel JovemAgenda 21Ambiente - Eco AljustrelViniculturaCPCJAJulgado de PazConselho SolidárioLinha VerdeUnidade Móvel de SaúdePatrimónio MineiroJornal Aljustrel Terra VivaGEO_FPIIFRRU

Astrofotografia

07 de julho

Ler Artigo

Fotografar o céu com Pedro Ré

Astrofotografia

Astrofotografia

O astrónomo amador Pedro Ré vai estar no próximo dia 7 de julho, às 17h30, no Centro d’Artes de Aljustrel para inaugurar uma exposição de astrofotografias e falar ao público sobre esta atividade que vem desenvolvendo nas últimas décadas.

Formado em Biologia, e professor na Faculdade de Ciências de Lisboa, Pedro Ré é um apaixonado pela astronomia. Autor e coautor de diversos livros e artigos de revistas especializadas sobre astronomia e biologia, Pedro Ré é também considerado um dos melhores astrofotógrafos do mundo. O seu site de astrofotografia é tido como um dos mais completos da Internet. Tem astrofotografias publicadas em vários sites da especialidade.

A sua fascinação pelos astros nasceu quando, ainda adolescente, começou a observar os astros com o telescópio do pai. A partir dai, nunca mais parou. Construiu instrumentos, e mais tarde comprou outros, totalizando cerca de 30 telescópios, dispostos em vários observatórios. As fotografias que tira passam pelos objetos do sistema solar, como o sol, a lua, os planetas, mas também do fundo do céu, como as galáxias, os aglomerados e as nebulosas, entre outras.

Pedro Ré também faz observação integrada em programas de cooperação com astrónomos amadores e internacionais, nomeadamente no caso de estudos sobre as estrelas que explodem ou sobre as supernovas. Esta observação realiza-se a partir de registos fotográficos, o que requer equipamentos sofisticados e algum conhecimento de base. Contudo, apesar da fotografia de alta resolução e a fotografia de objetos do céu profundo constituírem dois domínios relativamente especializados e mais exigentes da fotografia astronómica, Pedro Ré quer desmistificar a ideia que a astrofotografia é uma atividade complicada. Fotografar o céu é uma ambição natural de muitas pessoas, entre as quais se contam entusiastas de fotografia e de astronomia, amantes da natureza e astrónomos amadores. Conforme afirma: “É possível fazer boas imagens recorrendo a equipamentos surpreendentemente simples (uma câmara fotográfica, um tripé e um disparador de cabo são suficientes para obter as primeiras fotografias astronómicas). Acoplar uma câmara digital a um telescópio constitui geralmente o passo seguinte. Deste modo é possível obter imagens de objetos do sistema solar sem grande dificuldade”. Observando os céus é possível transmitir informações importantes às gerações mais jovens, nomeadamente certos conceitos básicos de ciência, física, química, matemática ou mesmo de bilogia e geologia. É sempre importante divulgar os seus conhecimentos, discutir e transmitir experiências com outros astrónomos amadores. É esta sua fascinação pelos céus que vai querer transmitir neste encontro com o público de Aljustrel.

A exposição vai estar patente ao público até ao dia 25 de julho.