Município de Aljustrel - Terra Viva

Iniciativas

Vídeo Promocional - Aljustrel, Terra VivaJornal de AljustrelAgenda 21Ambiente - Eco AljustrelViniculturaCPCJAJulgado de PazConselho SolidárioPrograma Aljustrel JovemUnidade Móvel de SaúdePatrimónio MineiroGEO_FPIIFRRULinha VerdeGabinete Apoio ao Emigrante

Cine Oriental

21 de fevereiro

Ler Artigo

Marco Rodrigues atua no Cine Oriental de Aljustrel

23 de fevereiro

Cine Oriental

No dia 23 de fevereiro, Marco Rodrigues apresenta ao vivo, no Cine Oriental de Aljustrel,  o seu novo disco, “Copo Meio Cheio”, sucessor de “Fados do Fado”, nomeado para um Grammy Latino.

 Neste concerto, que tem início às 21h30, os espetadores vão conhecer este último trabalho desafiante que levou o fadista a convidar uma série de compositores e letristas da música pop nacional, como: Diogo Piçarra, Agir, Carlão, Capicua, Luisa Sobral, Marisa Liz e Tiago Pais Dias (Amor Electro), Guilherme Alface e João Direitinho (ÁTOA), Boss AC, Pedro da Silva Martins (Deolinda), entre outros.

 Com produção de Tiago Machado, “Copo Meio Cheio” não é um disco de fado, não é um disco de pop, é um disco de Marco Rodrigues, onde a sua identidade e a sua incrível capacidade interpretativa se encontram mais definidas do que nunca.

 Em palco, acompanhado por um irrepreensível trio de fado e um set de bateria e percussão, Marco Rodrigues apresentará para além de alguns temas de “Copo Meio Cheio”, muitos dos sucessos que marcaram a sua carreira, como “Homem do Saldanha” e “Rosinha dos Limões” e alguns fados tradicionais incontornáveis.

 Este espetáculo contará, também, com a participação do Grupo de Cantares Feminino de Aljustrel.

 Os bilhetes para assistir ao espetáculo podem ser adquiridos na Bilheteira Online, http://www.bilheteiraonline.pt/Comprar/Pesquisa?q=aljustrel), na receção das Oficinas de Formação e Animação Cultural, em dias de atividades na bilheteira do Cine Oriental, ou no próprio dia do espetáculo.

 Este espetáculo é cofinanciado pelo Alentejo2020- Programa Operacional Regional do Alentejo, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER”.