Município de Aljustrel - Terra Viva

Iniciativas

Vídeo Promocional - Aljustrel, Terra VivaJornal de AljustrelAgenda 21Ambiente - Eco AljustrelViniculturaCPCJAJulgado de PazConselho SolidárioPrograma Aljustrel JovemUnidade Móvel de SaúdePatrimónio MineiroGEO_FPIIFRRULinha VerdeGabinete Apoio ao Emigrante

19 de junho

19 de junho

Ler Artigo

Livro sobre luta e resistência numa vila mineira do século XX apresentado ao público

O Triunfo dos Valentes

19 de junho

No dia 19 de junho, às 18h30, vai ser apresentado, ao público, o livro “O Triunfo dos Valentes – Luta e Resistência numa vila mineira do século XX”, da autora Mercedes Guerreiro.

A sessão de apresentação, que contará com apontamentos musicais, irá decorrer na Central de Compressores,  em Vale d’Oca, bairro simbólico e emblemático da história aqui relatada.

“O Triunfo dos Valentes” é um romance inspirado em factos reais, cuja narrativa acompanha a vida de uma família na vila mineira de Aljustrel, entre os anos cinquenta e setenta do século XX, numa altura em que as lutas dos mineiros eram um exemplo de resistência, num país dominado pelo regime ditatorial do “Estado Novo”. Em Aljustrel reinavam a miséria, a doença e a repressão sobre os trabalhadores. As greves e as manifestações dos mineiros sucediam-se umas às outras. A coragem e a determinação de alguns habitantes em apoiar as famílias necessitadas e reivindicar melhores condições de vida para os mineiros faziam deles alvos a abater. Muitos foram perseguidos, presos, torturados, obrigados a sair do país.

Grande parte da narrativa da obra resulta de pesquisa bibliográfica, de arquivos da PIDE e da recolha de testemunhos de pessoas que viveram esses tempos conturbados. “O Triunfo dos Valentes” é uma homenagem aos mineiros de Aljustrel e indiretamente a todos os mineiros do mundo, e às pessoas anónimas, geralmente, esquecidas nos livros de História, e que também elas contribuíram para mudar a história do país.

Mercedes Guerreiro licenciou-se em Jornalismo pela Universidade Livre de Bruxelas. Foi cofundadora da Rádio Tentativa, primeira rádio portuguesa na Bélgica. Regressou a Portugal onde trabalhou como jornalista e tradutora. Criou os gabinetes de comunicação da AMI-Assistência Médica Internacional e da Câmara Municipal de Aljustrel, onde ainda hoje se mantém. É coautora (com Jean Lemaître) dos livros “Grândola Vila Morena - Le Roman d’une chanson” (ed. ADEN, Bruxelas, 2014), reeditado por OTIUM, (Paris, 2019), e de “Grândola Vila Morena - A Canção da Liberdade” (ed. Colibri, Lisboa, 2014). É também coautora dos “Contos Assesta II «Água» “(2019). É membro da Assesta-Associação dos Escritores do Alentejo.

 

Atualizado em 17 junho 2019