Município de Aljustrel - Terra Viva

Iniciativas

Vídeo Promocional - Aljustrel, Terra VivaJornal de AljustrelAgenda 21Ambiente - Eco AljustrelViniculturaCPCJAJulgado de PazConselho SolidárioPrograma Aljustrel JovemUnidade Móvel de SaúdePatrimónio MineiroGEO_FPIIFRRULinha VerdeGabinete Apoio ao Emigrante

XVIII Feira do Livro

25 de outubro

Ler Artigo

Evento cultural atrai centenas de visitantes

XVIII Feira do Livro

XVIII Feira do Livro

O Pavilhão do Parque de Exposições e Feiras de Aljustrel recebe, entre os dias 25 e 29 de outubro, a XVIII Feira do livro.

Dezenas de editoras nacionais, com uma grande variedade de temas e géneros literários, vão estar representadas, nesta feira, que anualmente atrai centenas de visitantes, amantes da leitura e dos livros, mas também todos aqueles que aproveitam para comprar livros a preços mais convidativos a pensar já nas prendas de Natal, sem ter de se deslocar aos grandes centros urbanos.  

Para enriquecer o espaço, todos os dias da feira, será apresentado um programa cultural e musical, que terá início no dia 25, às 18h30, com um encontro com a poesia do Concelho de Aljustrel, organizado pelo projeto É Agora 3G, ao que se seguirá a atuação do grupo de música popular “Maravilhas do Alentejo”.

No sábado, 26, às 17 horas, será promovida a sessão “Saudável quanto baste: Comida com história – Avós e netos na cozinha com Maria do Céu Assunção Capela, acompanhada de um pequeno atelier de cozinha.

Domingo, 27, às 16h30, Isabel Galope irá dinamizar um atelier de encadernação de livros, e às 18 horas, será apresentado o livro “Contos Assesta – Água”, da Associação de Escritores do Alentejo. A obra é constituída por 13 narrativas de escritores pertencentes à Assesta, que nos seus contos “refletem o ADN criativo dos associados e a sua íntima ligação ao território e às vivências das pessoas que lá moram dentro”. Água foi o tema escolhido, nesta segunda edição da Assesta, “porque está umbilicalmente ligado às emoções da região. A água em excesso,..que escasseia…que se acumula nas barragens…, que trespassa a imensidão do Alentejo pelos canais que afugentam o sequeiro e os pesadelos das gentes, … a água que é vida … que é  morte…”

A sessão contará com a atuação do grupo de Violas da Universidade Sénior.

Na segunda-feira, 28, às 10 horas, será representada a peça de teatro “Corre, corre Cabacinha!” pelo Grupo de Teatro Papa-Léguas, destinada às crianças do pré-escolar e 1.º ciclo.

E, no dia 29, às 15 horas, serão desenvolvidas atividades plásticas com idosos, comemorativas do centenário de Sophia de Mello Breyner Andresen.

Como já é tradição, neste quatro fim de semana de outubro, o Parque de Exposições e Feiras, também, vai acolher, nos dias 26 e 27, a Feira Nova com as suas barraquinhas com nozes, castanhas, figos e outros produtos característicos da época, mas igualmente, com os mais variados artigos desde roupa, sapatos, enchidos, queijos, produtos artesanais, entre muitos outros.