Município de Aljustrel - Terra Viva

Iniciativas

Vídeo Promocional - Aljustrel, Terra VivaJornal de AljustrelAgenda 21Ambiente - Eco AljustrelViniculturaCPCJAJulgado de PazConselho SolidárioPrograma Aljustrel JovemUnidade Móvel de SaúdePatrimónio MineiroGEO_FPIIFRRULinha VerdeGabinete Apoio ao Emigrante

Construído e Arqueológico

Aljustrel

Património Construído e Arqueológico

/util/imgLoader.ashx?img=/upload_files/client_id_2/website_id_2/Conheca_Aljustrel/Conheca-nos_Melhor/Patrimonio_Construido_Arqueologico/ErmidaNSrCastelo.jpg /util/imgLoader.ashx?img=/upload_files/client_id_2/website_id_2/Conheca_Aljustrel/Conheca-nos_Melhor/Patrimonio_Construido_Arqueologico/IgrejaMatrizAljustrel.jpg /util/imgLoader.ashx?img=/upload_files/client_id_2/website_id_2/Conheca_Aljustrel/Conheca-nos_Melhor/Patrimonio_Construido_Arqueologico/IgrejaMisericordiaPelourinhoMessejana.jpg /util/imgLoader.ashx?img=/upload_files/client_id_2/website_id_2/Conheca_Aljustrel/Conheca-nos_Melhor/Patrimonio_Construido_Arqueologico/ErmidaNSrAssuncao.jpg

Património Arqueológico

Aljustrel possui diversos sítios arqueológicos em fase de estudo, abrangendo diversos períodos cronológicos, dois deles classificados como Imóvel de Interesse Público, o Castelo de Aljustrel e o Castro de Mangancha, mas que ainda não se encontram visitáveis.

 

Património construído na vila de Aljustrel

A vila de Aljustrel possuía diversos templos, principalmente ermidas e capelas, no entanto, algumas foram desaparecendo, caso das capelas de St.º António e do St.º Espírito, no casco histórico, e das ermidas de S. Pedro e de S. Bartolomeu, situadas nos arredores.

Dos templos que restaram destacamos, a ermida de Nª Sr.ª do Castelo, construção do séc. XIV que sofreu algumas alterações ao longo dos tempos. O corpo central será original, mas a capela-mor e sacristia bem como o nártex são posteriores. Levou algumas obras de vulto depois do sismo de 1755 que a deixou em mau estado. Encontra-se forrada de azulejos do séc. XVII e possui pinturas no tecto, embora estas estejam, na quase totalidade, cobertas por diversas camadas de cal.

A Igreja de S. Salvador (Matriz), templo de inícios de séc. XV mandado construir pela Ordem de Santiago e que possui a maior nave em abóbada do Alentejo, apenas suportada pelas paredes laterais. Possui também dois painéis de azulejos de Sebastião del Barco, no altar-mor e numa capela lateral.

A Igreja da Misericórdia, de inícios do séc. XVIII, situada na Praça 13 de Janeiro.

 

Património construído na vila de Messejana

A Igreja de Santa Maria, do séc. XV, na rua que dá acesso ao antigo castelo;

A Ermida/Igreja de Nª Sr.ª da Assunção, situada fora da vila, obra do séc. XVIII, inspirada no Barroco brasileiro e que sucedeu nesse local a uma ermida do séc. XV derrubada com o terramoto de 1755.

Na Praça 1 de Julho desta vila podemos observar o antigo Solar da família Velho da Costa, que deverá ser do séc. XVI, a Igreja da Misericórdia, de inícios do séc. XVI e ainda outro monumento classificado como Imóvel de Interesse Público, o Pelourinho da Vila, de estilo manuelino.