Município de Aljustrel - Terra Viva

Iniciativas

Vídeo Promocional - Aljustrel, Terra VivaPrograma Aljustrel JovemAgenda 21Ambiente - Eco AljustrelViniculturaCPCJAJulgado de PazConselho SolidárioLinha VerdePatrimónio MineiroJornal Aljustrel Terra Viva

Messejana

Vila Com Tradição

  • mess2
  • mess1
  • mess3
  • mess4

 

Praça 1º de Julho - 7600 - 320 - Messejana

Tel. 284 655 148

Fax. 284 655 258

E-mail - jfmessejana@hotmail.com

A vila de Messejana é de origem muito antiga, ignorando-se quem a fundou. No entanto deve o seu nome aos árabes, aos quais foi conquistada, em 1235, pelos Cavaleiros da Ordem de Santiago de Espada, tendo sido anexada ao termo de Aljustrel. Recebeu de D. Dinis a categoria de concelho, que seria confirmado pelo Foral Novo, dado por D. Manuel I, em 1 de Julho de 1512. Messejana chegou a ser sede da vastíssima Comarca de Campo d’Ourique. O concelho foi extinto em 24 de Outubro de 1855, sendo as suas 7 freguesias repartidas pelos 4 concelhos limítrofes. A Freguesia de Messejana integrou então o Concelho de Aljustrel. Messejana chegou a ter onze igrejas. Hoje em dia, persistem a Igreja Matriz, Igreja da Misericórdia, Ermida de Nossa Senhora da Assunção e Ermida dos Santos Reis e a recente capela da Aldeia dos Elvas. Podem ainda ser observados na freguesia, as ruínas do Castelo Medieval, a Torre do Relógio, o Fontanário de Alonso Gomes, o Cruzeiro da Independência, algumas casas solarengas, o Museu Etnográfico e Biblioteca Pública e as ruínas do Convento Franciscano de Nossa Senhora da Piedade. Por outro lado, a história da Ermida de Nossa Senhora de Assunção ou Ermida de Nossa Senhora de Entre-as-Vinhas, situada nos termos de Messejana, está ligada às visitações dos frades da Ordem de Santiago, que a administraram entre 1534 e 1755.Uma das mais antigas e enraizadas tradições de Messejana é a tourada. Já em 1573, quando D. Sebastião esteve no Sul do país e passou 4 dias em Messejana, aqui se realizaram três touradas.
No Museu de Messejana, encontram-se algumas preciosidades: uma sala reconstituindo o escritório de Soares Victor, filho ilustre da terra, os cântaros utilizados por Francisco Manuel Bartolomeu, último aguadeiro de Messejana, reconstituição de várias dependências das casas típicas alentejanas, nomeadamente as cozinhas, a despensa, o quarto de cama e a casa da costura.

 
ÁREA TERRITORIAL
114 km2, que representa cerca de 25 % da área total do concelho (458,4 km2) com dois núcleos urbanos: Messejana e Aldeia dos Elvas.

 

POPULAÇÃO
De acordo com o INE (Censos 2011), a freguesia tem uma população residente de 894 habitantes.

 

ACTIVIDADES ECONÓMICAS
agricultura, pecuária, serralharia, carpintaria, comércio.

 

FEIRAS
Anual (1.º domingo de Junho).

 

FESTAS E ROMARIAS
Nossa Senhora da Assunção (15 de Agosto).

 

PATRIMÓNIO EDIFICADO
Pelourinho (manuelino). Igreja Matriz (séc. XVI), Igreja da Misericórdia (séc. XVI) e Igreja de Nossa Senhora da Assunção (séc. XVIII – barroco brasileiro), ermidas (ruínas) de S. Sebastião, de S. Pedro e de S. Brás. Convento de S. Francisco (ruínas).

 

PONTOS DE INTERESSE
Museu Etnográfico